Somos uma comunidade da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), que tem os fundamentos da Reforma Protestante como princípios norteadores. Nosso jeito de ser comunidade luterana é acolhedor e nos desafia a sermos testemunhas de Jesus Cristo em nosso contexto urbano. Nossa missão é adorar e glorificar ao Deus trino, mediante a edificação de uma comunidade de fé que, em contínua conversão, vive e anuncia o Evangelho.

 

 

Nossa história começa em 1850, quando a então pequena cidade de Curitiba contava com cerca de vinte mil habitantes. Neste período os imigrantes começaram a chegar, e os primeiros alemães que se estabeleceram em nossa cidade eram provenientes da Colônia Dona Francisca, hoje a conhecida e a maior cidade de Santa Catarina, Joinville. Esses alemães instalaram-se principalmente em torno do Largo da Ordem, bairro que também acolheu imigrantes poloneses e italianos.

Os imigrantes alemães, em sua maioria luteranos, reuniam-se inicialmente nas casas das famílias para celebrar seus cultos, e como nesta época não havia pastores entre eles, o pai de cada família era o responsável pelo culto doméstico, onde as famílias liam a Bíblia e cantavam juntas. O pastor Johann Friedrich Gärtener, de Joinville, vinha uma vez por mês atender os luteranos da cidade, e a viagem levava dois dias a cavalo. Cerca de 20 famílias reuniam-se para este culto, e assim foi até o ano de 1866, quando o grupo já contava com 50 famílias.

No dia 02 de dezembro de 1866, o primeiro domingo de Advento, foi fundada formalmente a primeira Comunidade Luterana de Curitiba, em uma casa alugada no Alto São Francisco. E, concretizando um dos ideais da Reforma protestante – ao lado de cada igreja uma escola – juntamente com a Comunidade, foi estabelecida uma escola.

Em 1872, com a iniciativa do P. Wilhelm August Böcker, foi construído o primeiro templo, em estilo enxaimel, integrado com a escola. Essa construção foi feita no terreno onde atualmente estão o templo da Comunidade do Redentor e o Colégio Martinus, na rua Trajano Reis, antes conhecida como Rua América. O novo templo, que também funcionava como escola durante a semana, foi inaugurado em 1873.

Por conta de uma infestação de cupins, o madeiramento do templo original foi comprometido, e em 1892 foi necessário demolí-lo. A construção do novo e atual templo iniciou-se em 1893, e durou 15 meses, com sua inauguração em 1894. O templo, em estilo gótico, agora com torre e sino, marcava uma nova fase religiosa na Comunidade e na política no país, quando instalou-se o Estado Laico com liberdade religiosa. Após a Segunda Guerra Mundial, em 1948, sob a liderança do P. Heinz Soboll, a Comunidade decide investir em uma nova escola, o atual Colégio Martinus.

Por todos esses anos, nosso objetivo como Comunidade sempre foi anunciar o Evangelho da salvação, pela fé em Cristo Jesus. Buscamos fazer isso não só com palavras, mas também em ações que promovam acolhimento e formação de pessoas, para que estas possam fazer diferença em suas realidades.

Continuamos também investindo na família, porque cremos que ela é o alicerce para uma sociedade mais justa e fraterna. Nossas atividades visam formar pessoas convictas de sua fé e cidadãos que vivam em favor do outro. Queremos ser uma igreja que olha para frente, relevante em nossa cidade, um lugar que conecta as pessoas com Jesus Cristo e umas com as outras.